Dia Mundial da Água - 22 de março

O dia mundial da água foi criado como forma de preservação da mesma.
Desde os primórdios da humanidade, sabemos que o homem sempre se estabeleceu em locais próximos aos rios e mares, para garantir seu sustento através da agricultura.
Com o passar dos anos, com a evolução da humanidade, a água passou a ser tratada com desrespeito, sendo poluída e desperdiçada.
Por esses motivos, a ONU – Organização das Nações Unidas criou o dia mundial da água, em vinte e dois de março de 1992, para promover discussões acerca da consciência do homem em relação à mesma.
A preocupação surgiu através dos grandes índices de poluição ambiental do planeta, envolvendo a qualidade da água que consumimos.
A ONU elaborou um documento com medidas cautelosas a favor desse bem natural, trazendo também informações para garantir a cultura de preservação ambiental, a consciência ecológica em relação à água.
Na Declaração Universal dos Direitos da Água, criada pela ONU, dentre as principais abordagens estão:
- Que devemos ser responsáveis com a economia de água, pois essa é condição essencial de vida;
- Que a mesma é um patrimônio mundial e que todos nós somos responsáveis pela sua conservação;
- Que a água potável deve ser utilizada com economia, pois os recursos de tratamento são ainda lentos e escassos;
- Que o equilíbrio do planeta depende da preservação dos rios, mares e oceanos, bem como dos ciclos naturais da água;
- Que devemos ser responsáveis com as gerações futuras;
- Que precisamos utilizá-la tendo consciência de que não devemos poluí-la ou envenená-la;
- Que o homem deve ser solidário, evitando o seu desperdício e lutando pelo seu equilíbrio na natureza.
Com esse documento, a Organização das Nações Unidas tornou obrigatório que todos os homens sejam responsáveis pela qualidade da água, bem como pela sua manutenção, tendo assim, formas de garantir a melhoria de vida no planeta.

Veja como coisas simples podem ajudá-lo a reduzir o consumo:

• Feche a torneira quando for escovar os dentes ou fazer a barba e economize até mil litros de água por mês;
• Tente tomar banhos de 5 minutos e, se possível, feche a torneira enquanto se ensaboa. A cada minuto, mais 20 litros de água vão embora pelo ralo;
• Reduza o seu tempo de banho em 1 ou 2 minutos e você economizará até 540 litros de água por mês; se o seu chuveiro enche um vasilhame de 5 litros em menos de 15 segundos, troque o seu aparelho por um mais eficiente;
• Deixe os talheres e pratos de molho dentro da pia antes de lavar. E não deixe a torneira aberta enquanto os ensaboa. Você estará economizando 100 litros de água!
• Coloque a funcionar sua máquina de lavar louças ou roupas quando estiverem cheias. Você pode economizar 3.600 litros de água por mês.
• Use balde em vez de mangueira para lavar o carro.
• Jamais use água para varrer a calçada! Saber utilizá-la com moderação é uma questão de educação.
• Não regue as plantas nas horas quentes do dia. A água evapora antes mesmo de atingir as raízes.
• Esteja atento a vazamentos! Uma torneira pingando consome 46 litros de água por dia e, num mês, 1.380 litros! Canos furados e vazamentos em vasos sanitários também são grandes prejuízos.

SUGESTÕES DE ATIVIDADES

• Solicite aos alunos que façam uma análise da letra das músicas: 'Planeta Água', de Guilherme Arantes e 'Planeta Azul', de Xororó e Aldemir.
• Estudo do ecossistema aquático brasileiro:
a) características gerais e capacidade de adaptação dos seres vivos que compõem o ecossistema;
b) cadeia alimentar dos seres vivos aquáticos;
c) ação do homem nesses ecossistemas.
• Desenvolva as seguintes atividades:
a) solicite que os alunos tragam cópias das contas de água de suas residências, para uma explicação sobre os campos onde estão registrados o volume de água consumida, o período, o valor;
b) realize um trabalho de conscientização sobre a importância da água para a preservação da vida;
c) faça um levantamento e registro de sugestões dos alunos para evitar o desperdício de água;
d) estimule, através da confecção de cartazes e elaboração de textos, o combate ao desperdício da água na escola e nas residências;
e) promova um concurso: vencerá o aluno cuja família demonstrar que soube economizar mais água num período determinado. No decorrer desse período, os alunos levarão à escola as contas de água e farão comparações de gastos e custos, para checar se a campanha surtiu o efeito desejado e para acompanhar a evolução do concurso.
• Solicite aos alunos que façam uma pesquisa sobre as causas de poluição das águas e suas conseqüências para a vida na Terra.
• Proponha aos alunos que procurem em jornais e revistas matérias sobre a situação da água nas grandes cidades e montem dois murais: um que mostre matérias com informações positivas sobre essa situação e outro que mostre matérias com informações negativas. A professora pode orientar os alunos para uma reflexão sobre esse assunto.
• Solicite aos alunos a observação de uma localidade de sua cidade: sua casa, a rua onde mora, uma área de lazer, o percurso que faz até a escola, registrando qualquer sinal de desperdício ou poluição das águas.
• Dispor de copos transparentes, água potável, pó para suco e colheres – provar a água pura, depois modificá-la com o pó, inclusive misturando sabores.
• Como encher um balde? Usar diferentes embalagens para encher o balde, sem interferência do adulto. Tentar carregar o balde cheio. Esvaziar da mesma forma, jogando a água nas plantas e/ou jardim.
• Possíveis perguntas: Vamos experimentar a água? Como podemos sentir o cheiro da água? E como podemos mudar a cor, o cheiro e o gosto?
• Selecionar embalagens de diferentes materiais, tamanhos e formas, buchas, esponjas, tampas, pratos. Propor que se encham bacias para brincar com barquinhos e outros. Perguntas: Qual o melhor pote a escolher? Será melhor pegar o grande, que cabe mais, ou o pequeno, onde cabe menos, e volto mais rápido? Em qual bacia devo colocar a água? Obs: usar potes com furos, como vasos, e observar a reação da criança até que ela descubra o que fazer.
• Fazer chá, gelo, lavar roupa de boneca, tomar banho de esguicho, misturar água e areia, derreter gelo, lavar panelinhas, dar banho nas bonecas, fazer bolhas de sabão.
• Brincadeiras com bexiga d’água.
• Perguntas que podem ajudar:
- O que aconteceu com a água?
- Para onde foi a água?
- O que se transformou? (gosto, estado, etc)
- O que se deu com a água?
- O pó virou água?
• Conversas dirigidas sobre desperdício, observação da caixa d’água e do hidrômetro.
• Orientação para evitar desperdício na escovação de dentes e idas ao banheiro, demonstrando, na prática, o que se deve ou não fazer

ATIVIDADES A PARTIR DAS SENSAÇÕES DAS CRIANÇAS:

VISÃO
Que cor é a água?
Colocar água em copos brancos e observar sua cor.
A seguir colocar tempera colorido (cores primárias) e exploramos as cores que surgiram.
Usar chá de marcela, café e outras substâncias.
“A água é transparente”

AUDIÇÃO
_ Reproduzir em gravador (pode ser de celular, câmera digital) o som da água caindo em copo, balde, vidro, plástico.
Colocar água em garrafinhas de vidro (cada uma com uma quantidade diferente de água) e bater nelas com um ferrinho.
_ Comparar o som de uma gota de água caindo em diversos materiais diferentes (panela, potinho plástico, vidro, numa porção de água, na mão do amigo).
_ Agitar as mão dentro de um tanque de água.
_ se a escola for perto da praia (felizmente é o meu caso – morram de inveja), ir, observar o barulho das ondas, o movimento da marola, a cor da água, o cheiro...

TATO
Tocar na água com diversas substâncias
Areia (meio copo de areia para um copo de água).
Maisena (mesma medida da areia)
Sal (três colheres de sal para um copo de água)
Açúcar (mesma medida do sal)
Tocar na água morna, gelada, na temperatura ambiente.

PALADAR
Provar água com sal, açúcar, café, chá, álcool, perfume (aproveitar para trabalhar noção matemática de muito e pouco – muito sal, muito açúcar....).

OLFATO
Cheirar a água pura
Cheirar a água com diversas substâncias (vinagre, café, leite, perfume...)

JOGOS
1. Jogo Derrete, Não Derrete.
Usar vidrinhos vazios, tampinhas, copinhos de remédio, potinhos de tempera.
Dentro de eles colocarem água e diversas substâncias
(farinha, açúcar, grãos, bala, gelo, bolo tinta, giz, papel, terra, cola grama, casca de árvore, café solúvel, chocolate, leite, giz de cera, isopor, esponja, óleo, vinagre, cebola, comprimido de remédio).
Usar etiquetas para classificar os vidrinhos e três bandejas. Em uma colocar “derrete”, na outra “não derrete” e na terceira deixar todos os recipientes com a água e a substância já misturada e classificada.
Pode ser observado depois de algumas horas ou na aula seguinte.
Separar nas bandejas o que derrete e o que não derrete.

2. Transportando Água
Como podemos transportar a água?
Transportar a água que se encontra em um balde para pequenas vasilhas.
Sem material: Apenas com as mãos
“Não dá? Então o que faremos?
Com material: peneira, garrafa, furadas, regadores, copos, funis, pires, colheres...

3. Quantos Copos de Água Cabem Nessa Jarra?
Colocar água em uma vasilha grande e escolher uma jarra. As crianças deverão transportar a água em copos até encher a jarra enquanto contam.
Podem usar colheres para encher um copo.

4. Quem Enche Primeiro?
É a mesma atividade acima, apenas divide a turma em equipes e cada equipe tem que encher seu recipiente. Vence quem encher primeiro.

5. Como Se Faz e o Que Acontece?
O que acontece quando se tira cubos de gelo do congelador?
O que se faz com cubos de gelo e como se faz cubos de gelo?
Material: Um estoque de cubos de gelo (tirar da geladeira aos poucos)
Recipientes diversos para fazer moldes.
Desenvolvimento: Deixá-los brincar a vontade com o gelo e depois perguntar:
_ Podemos fabricar gelo? Como?
Encher novamente as formas e colocar no congelador.

6. Fogo e Água
Nessa altura da aula, as crianças já sabem que gelo é água, então colocamos
água em estado líquido no fogo para observarmos, depois colocamos gelo.
Observar o vapor subindo:
* Colocar um vidro no vapor e dar para as crian-
ças tocarem
* Colocar papel no vapor e observar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário